sábado, 11 de setembro de 2010

Post it

Eu nunca achei que teria um blog. Não tenho Orkut, nem Facebook, nem Twitter, e nem no MSN ando entrando mais. Aí um dia uma amiga minha fez um blog comunitário e me colocou pra escrever lá, assim, quando quisesse. Passei meses sem escrever nada, e ela reclamava que só ela escrevia. Até que um dia escrevi um postzinho à toa, depois outro, e mais outro. Quando vi, já tava lá. Só que o blog não era meu, era nosso, e eu tinha mania de achar que só podia escrever nele só que o que não fosse só meu, e sim o que fosse, assim, mais genérico, sabe? E então eu senti falta de um espaço meu, que não fosse comunitário, onde eu pudesse escrever as coisas minhas, e não genéricas, e pudesse ser eu. Não que no outro eu não pudesse. É que eu não conseguia.
E nessa brincadeira de blog, vim parar aqui, num outro blog comunitário, e me peguei com o mesmo bloqueio. Não consigo escrever aqui coisas que são minhas, só minhas, acabo querendo me concentrar só nas genéricas. O problema é que eu não sou escritora, nem nada que o valha, e não sei escrever nada que não venha de dentro, e que não seja meu. Não sei inventar histórias que não me tenham como personagem, por menor coadjuvante que seja.
Olhando pra trás, vejo que por mais que me esforce, mesmo os assuntos bestas acabam sendo eu. Mas, sabe, adoro chegar aqui todo dia onze e falar de alguma coisa, genérica ou minha.