segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Parece que os Maias estavam certos

Estou de férias e como é típico ao período, procuro sempre pensar em assuntos que farão a diferença para a sociedade.

O mais recente é o fim do mundo, previsto pelos Maias.

Eu sei que você, provavelmente, é cético quanto a este assunto!
Não o julgo, eu sempre fui também.

Contudo, nesta semana, eu li que o guitarrista do Radiohead (banda a qual respeito e aprecio) está em São Luiz de Paraitinga para esperar tal evento.

O curioso é que quando estava lendo a matéria na Folha ou na UOL e soltei sem pensar a expressão:
Meu Deus! É o fim do mundo! Mesmo lendo depois que essa notícia carece de verdade.

Aliás, recentemente, esta expressão tem feito parte do meu conteúdo lexical. As mesmas palavras também foram pronunciadas quando li que o pessoal do Facebook elegeu o Marcos, ex-goleiro do Palmeiras, como o Nostradamus da atualidade, porque ele disse que o ano que o Corinthians ganhasse a Libertadores, Palmeiras seria rebaixado.

O mais chocante é que tem gente afirmando que ele é mesmo muito sensitivo, afinal, ele é "São".

Mas a melhor e inigualável, que me fez ter certeza de que (sim!) o apocalipse se aproxima, é que o Márcio Garcia, indiano desprezado pela Juliana Paes, é diretor de cinema! E não para por aí! Ele está promovendo um filme, em que ELE PRÓPRIO dirigiu o Andy Garcia, o mesmo que fez Poderoso Chefão 3 e que outrora foi dirigido pelo Francis Coppola, inclusive namorou a filho do homem.

Eu não vejo salvação.
Por isso, se você já estava escrevendo as suas metas para 2013, prefira investir o pouco tempo que, talvez, reste em coisas mais divertidas e prazerosas, é o que eu pretendo fazer!