quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Errar é...

Errar é deixar de escrever seu nome na areia só porque o mar logo vai apagar.
Errar é deixar de litografar uma rocha só por medo de depois de uma era ela se desgastar.
Errar é se preocupar que o tempo vai fazer esquecer essa mesma rocha, lá escrita, mesmo que teu nome permaneça lá, ainda assim, esquecida pelos anos e não compreendida pelas gerações que estariam por vir.
Errar é deixar de dizer teu nome tão alto, por medo de ser dito em vão aos quatro cantos até que os ventos carreguem e transformem teu eco em um vasto e pesado silêncio.
Errar é deixar o pesar da tristeza invadir tu'alma, sendo que tua face só transpira alegria e ternura.
Errar é deixar de errar pelo medo de que o que é certo seja anulado pelo rejeito do seu olhar.
Errar é fazer com que o erro de ter medo anule o que será certamente aceito, pra tua surpresa, por aquele mesmo olhar que você pretensiosamente achou que iria te rejeitar.
Errar é...