domingo, 29 de maio de 2016

33

NÃO. Nenhuma mulher merece ou quer ser estuprada;
NÃO. Ainda mais sendo uma adolescente de 16 anos;
NÃO. Tenha um/dois/três filhos etc, seja casada ou solteira;
NÃO. E seja Zé ninguém sem dinheiro ou Zé ninguém com dinheiro;
NÃO. Moradora de favela ou de bairros com renomes;
NÃO. Esteja cursando ensino fundamental/básico/universidade;
NÃO. Ou apenas cursando a vida em bailes: funk, rap, forró, jazz etc;
NÃO. Que use substâncias psicoativas, ou leia drogas ilícitas;
NÃO. Ainda que use drogas lícitas;
NÃO. Seja a que mais faz sexo na comunidade;
NÃO. Ainda que tenha consentido estar aqui ou acolá com o “ficante”;
NÃO. Ou que “esteja num relacionamento sério com a “boca”;
NÃO. Tenha “rodado” a banca;
NÃO. Como querem e insistem justificar;
NÃO.  Não existe “suruba” desacordada ou dopada;
NÃO. Principalmente se for com 33 homens;
NÃO. Em estado de perda de sentidos, movimentos e ações voluntárias;
NÃO. Isto não é sexo consentido/aceito/aprovado;
NÃO. O nome disso é estupro.
NÃO. Nem adianta tentar argumentar;
NÃO. Nestas desculpas de casos isolados;
NÃO. O estupro é a expressão mais grave da misoginia e poder;
NÃO. E dos ataques diários contra as mulheres;
NÃO. Veja que quem se atreve a sair do lugar de obediência é escorraçada;
NÃO. Senhora Dilma por exemplo foi se meter na política e nos espaços de poder;
NÃO. No lugar de sexo comprado, com adolescentes inclusive;
NÃO.  Mas ao invés de igualdade: ofensas, um “vai tomar no cu” em rede nacional;
NÃO. Também adesivo ofensivo, estimulando e propagando o estupro;
NÃO. O louvor ao lembrar o seu terror na ditadura:Carlos Alberto Brilhante Ustra;
NÃO. O sim mais estridente no meio político para a cultura do estupro;
NÃO. E ganhou recentemente o impeachment através de mais um golpe;
NÃO. Um golpe que não é somente nela(s);
NÃO. Mas na democracia que as mulheres acham/creem/acreditam participar e ter alguma representatividade. Cabe perguntar aonde?