sábado, 3 de julho de 2010

E agora?

Claro que eu estou triste com a derrota do Brasil na Copa do Mundo. Eu nem consegui comprar minha camisa retro, e pronto, já acabou. Chato, né? E triste mesmo foi ver o pessoal do shopping desmanchando as vitrines no dia do jogo mesmo. Nada mais de verde amarelo. Nem esperaram o defunto esfriar, poxa. E eu, ainda com minha roupa verde, fiquei pensando:

  • -Bem que podemos ficar sem trabalhar nos horários correspondentes aos jogos que deveriam ser do Brasil, né? Assim, como consolo.

  • -Esses manés, que juram ter torcido pela Holanda, são mentirosos, sociopatas, ou o que?

  • - Torco pra Espanha ou pra Alemanha? Será que dá Uruguai? Não, Argentina não.

  • - E as campanhas publicitárias com jogadores? Continuarão no ar ou ficaremos livres dos guerreiros? Se saem do ar, alguém paga rescisão de contrato? Se sim, quem? Quem contratou ou quem teve a imagem desvalorizada?

  • -E o Felipe Melo? Conseguirá ser escalado pra pelo menos uma propaganda de lingüiça?

  • -Pra onde vai toda aquela infinidade de roupas, esmaltes, e chinelos verde e amarelo?

  • -E as comidas personalizadas? Miojo da copa, refrigerante da copa. Tanta coisa no supermercado. Será que eles desempacontam e empacotam de novo? Será?

    E por último, a maior curiosidade de todas:

  • -Alguém, enfim, comprou ou viu alguém comprar aquela latinha da Skol que “fala”?