terça-feira, 6 de julho de 2010

Troféu Latão




Decepção da Copa, Jogador = Cristiano Ronaldo. – Fora o gol circense que fez contra a Coréia do Norte só foi notado quando cuspiu em direção a uma câmera. Estatísticas finais: 1 gol, 5 piscadelas e 897 arrumadas no cabelo.

Decepção da Copa, Seleção = Inglaterra. – Com Capello no comando se esperava mais do English Team. Estatísticas finais: 1 (”o”)pé frio, 1 gol que entrou mais não valeu, 8 hooligans presos , 3 torcedoras bonitas(e com dupla cidadania...) e 1 Mc Chicken

Vergonha da Copa = França. – Saiu na primeira fase, jogadores e técnico deram xilique, virou assusto de Estado. Estatísticas finais: 3 vezes a Marselhesa sendo tocada, 23 Au Revoir, 55 croissant de queijo, 23 de presunto e 1 (se) Fondeau

            Porque troféu latão?  Nesta época de Copa do Mundo foram feitas muitas reportagens sobre o continente africano e a África do Sul, uma das que mais me chamaram a atenção foi feita pela ESPN Brasil, sobre as cidades de lata [1]. Chamadas de campo de concentração pelos moradores “abrigam” pessoas sem condições para ter uma casa, hã... convencional. Bom, pelo menos é isto que o governo diz (governo este presidido por negros, para se ver como a estupidez humana, esta sim, não é racista ou coisa do tipo, aceita qualquer um do que jeito que é e os abraça como uma mãe orgulhosa) é a justificativa que dá ao mundo para maquiar o que realmente acontece, uma espécie de tentativa de higienização social, jogando quem (a sua visão) não presta ás margens da civilização (na reportagem se nota que, cercados, eles não podem sair do local).
              Talvez a maquiagem acabe após a Copa, afinal não terão mais tantos turistas, de qualquer jeito o troféu latão (ou troféu cagada) da Copa vai para quem teve a idéia e para quem mantém as cidades de lata, vuvuzela neles.


[1]  - Reportagem da ESPN Brasil sobre as cidades de lata: http://www.youtube.com/watch?v=sUWWa2Zir_I