terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Eu não sei

Esperar o melhor momento de você me contar o que aconteceu, e te irrito.
Espremer os picos de desespero que surgem e surgirão enquanto a distância for inevitável.
Aplacar as angústias e preocupações de todas as pessoas que amamos, e sofro junto.
Eu não sabia nem o que era efêmero, até ontem. 
Sei que te amo.
E isso me dá uma vontade grande de saber dessas e de todas as outras coisas, sabe?