quinta-feira, 1 de março de 2012

Os irmãos gêmeos


Era uma vez, dois irmãos.

Eles eram muito espertos!

Um chamava Márcio, outro Marcelo.

Marcelo gostava de sopa de legumes e Márcio não gostava.

Márcio gostava de abacate e Marcelo não gostava.

Um dia resolveram passear. Marcelo foi ao cinema e Márcio foi ao Jardim Zoológico.


este pequeno conto eu escrevi quando tinha 8 anos e foi publicado numa antologia da escola onde eu estudava quando estava 2.a série do ensino fundamental. é uma historinha boba, eu sei. mas quem não é bobo aos 8 anos de idade? mas relendo este texto percebo que mesmo sendo tão novo, percebia que ninguém era igual a ninguém, nem mesmo os irmãos gêmeos. e mais que isso, percebo hoje que eu era ao mesmo tempo o marcelo e o márcio. eu que gostava e desgostava de tudo. eu que tinha dois nomes e decidia passear e estar em dois lugares distintos ao mesmo tempo. eu que era confuso. com o tempo também percebi que mudei muito e não mudei nada, assim como o curso do mundo. histórias que se repetem, pessoas que surgem e desaparecem. pessoas que voltam e desaparecem e surgem. política externa, interna, partidária. música boa, ruim. filmes e filmes que se repetem. literatura que não convence. dicotomias. e aí a conclusão de que o tempo passa, mas continuo a ser marcelo e márcio. e confesso: estou feliz com isso.