quarta-feira, 4 de junho de 2014

Como um espelho d'água.


Não acredito nisso agora. Embora saiba que é verdade.
Desacreditamos quando a coisa é com a gente, reforçamos o aprendizado quando é com os outros.
Ainda assim, é preciso, e é assim.

Que seja então. Dói, arde, mas cicatriza logo. E sem marcas, por favor.

Como um espelho d'água, sei que minha imagem vai clarear quando as águas serenarem.