segunda-feira, 6 de julho de 2015

Das aventuras da 1º vez

Virou-se na cama mais algumas vezes. O travesseiro de espuma fora do seu lugar. O corpo irreconhecível em si mesmo; estava acordada fazia horas. 
Conceição! Nome de mulher e não de menina. Quis ser Conceição por muito tempo durante os últimos meses, mas era Zizinha.
E agora, desejava voltar a ser menina, a mesma que mamãe beijava todas as manhãs; talvez ainda fosse!?
O peso nas pernas ainda se fez sentir e por isso levantou devagar, apesar do ímpeto da esperança. 
Olhou no espelho. A Conceição agora era ela. Pensou na loucura de querer ser um e um dia descobrir que se é outro. O melhor era não olhar mais. 
Voltou-se para cama, mas o sangue da primeira menstruação escorria pelas pernas.