domingo, 10 de janeiro de 2016

Sobre a dificuldade de escrever Feliz.

Por esses dias desde a última postagem pensei em escrever sobre muitos assuntos, cheguei a rascunhar algumas coisas mas tudo ficou inacabado.
Pensei em escrever sobre o natal e a forma que sou tocada por ele, mesmo que seja só um mês por ano, queria escrever o meu foda-seeeeeeee pra quem fica com o mimimi de que é tudo falsidade, mas desisti.
Depois pensei em escrever sobre o ano novo, e tudo que ele trás de esperança mesmo que por um dia, e que acho que o 1 dia do ano é meio que um respiro pra nós...
Tipo, respira e vai que tem mais 364 dias pela frente.
Também cogitei a hipótese de escrever sobre o ano que passou tudo que prometi e não cumpri e tudo que aconteceu sem eu menos esperar e que foi bom pra caralho...

Sério, escrevi muitos rascunhos e foi quando descobri uma coisa, descobri minha dificuldade em escrever quando estou feliz... Porra! Sou muito mais expressiva triste e isso foi bem difícil de aceitar.
Eu ando bem felizinha e minha tendencia para enxergar as coisas bem cor de rosa esta ligada então, seja qual for o problema pra mim ta tudo bem, vai se resolver, vai ficar tudo sussa e é isso ai... 

Eu definitivamente prefiro me manter nesse estado, de felicidade e luz por que descobri também que as coisas acontecem diante dos meus olhos talvez só por eu estar vibrando coisas boas, não que eu não fizesse isso antes mas era diferente e até meio difícil de explicar mas quem já sentiu sabe bem do que estou falando.
Talvez seja idiotice minha deixar isso tudo me influenciar, mas para mim quem não se deixa tende a ficar cada vez mais parecido com uma arvore (sem sentimentos).
Não sei, o que sei é que estar feliz me deixa  menos detalhista, crítica, cética...
Espero que essa felicidade dure ou que eu aprenda a ser feliz mesmo não acontecendo coisas felizes.
E sentada escrevendo isso lembrei de tantas vezes em que não estive feliz, e das coisas que tive vontade de ''vomitar'' em cima especialmente de algumas pessoas que contribuirão para minha infelicidade, talvez um dia eu diga para algumas pessoas todo o limo que criaram em mim em determinado momento, seja por atos ou palavras.
Essas pessoas que passaram pela minha vida recentemente deixando um rastro ruim, seja ele qual for quero deixar um  recado:
Vai ser feliz pra lá, mas bem feliz mesmo a ponto de esquecer que você foi um merda com alguém, a ponto de aprender a ser gente (essa tarefa é bem difícil para algumas pessoas que andei conhecendo e que conheço)...
DESEJO LUZ , AMOR E CONSCIÊNCIA A TODOS ESSES SERES,QUE VOCÊS UM DIA POSSAM ESCREVER ISSO TAMBÉM, CASO NÃO CONSIGA QUE PELO MENOS TENHAM CONSCIÊNCIA DO QUE FAZEM.

Bom, vou terminando sem pedir desculpas é claro... Sei que vocês entendem.


Beijos de luz.