terça-feira, 5 de julho de 2016

Se o mundo parar!

Olá! Você meu amigo leitor, ainda não me conhece e justamente por esse motivo pode pensar que uma frase de efeito igual a do título não deve ser o melhor jeito de nos conhecermos. Francamente? Concordo plenamente contigo, mas o que quero abordar com esse título não é sobre o caos da vida ou a correria do dia a dia e coisas do gênero.

Quero apenas dizer que talvez o seu mundo já tenha parado! Veja bem, eu não disse que ele pode estar parado e sim que já tenha parado alguma vez. O meu por exemplo já parou por diversas vezes e eu adoraria que continuasse assim...

Vamos aos fatos: o mundo pode parar por diversos motivos e você já deve ter sentido essa sensação de que não havia mais nada ao seu redor. Ele para com tanta frequência quando somos crianças. Afinal, quem nunca teve o mundo parado pela alegria de um brigadeiro, tão saboroso e feito pelo mais renomado chefe de cozinha: nossas mães ou avós!

Interessante é saber que não importa a intensidade que faz tudo parar, mas como aproveitamos esse momento só nosso! Pode ser no nascimento da sua filha (foi realmente um dia inesquecível) ou na rebeldia de Kurt Cobain durante sua adolescência. E se falar da poesia de Renato Russo? Quantas vezes essas palavras pausaram tudo?

Pode ser lendo Pequeno Príncipe (o amor do primeiro livro) ou George Orwell e seus bichos e o futuro de 1984. Porque não tomando um vinho novo ou arrebentando em uma banda de garagem? Naquele sábado de manhã quando se casou e isso já fazem 5 anos! Quando descobriu a história da arte da faculdade e mesmo não tendo levado exatamente tudo o que aprendeu naquele ano na memória, sabe que adora o tema e "Guernica", "O grito", Salvador Dali e Rafael Sanzio ganharam outro significado para você.

Enfim, para não me estender ainda mais, o meu mundo pode parar com um jogo ou um bom dia! Claro que pode parar por coisas ruins também, mas as lições são sempre mais importante que as dores (não é demagogia).

Essa foi minha apresentação, pois agora estarei parando o meu mundo todos os dias 5 de cada mês para compartilhar e receber ideias de quem estiver a fim de interagir! Lembre-se que um cometa ou uma bolinha de gude podem parar o mundo, mas é das alegrias e experiências destas paradas que vivemos o mundo tão maluco que não para de girar!!

Fábio Fonseca