domingo, 14 de novembro de 2010

Meu nome é Heryslaine

-Como?
-Heryslaine. Com H.

Com H. Dizer que meu nome começa com H não explica nem o começo, só complica. Você pode até pensar que minha mãe me odeia pra ter me dado um nome assim, mas na verdade ela é uma pessoa amável. Meu pai é que me deu esse nome, ele sempre foi meio maluco, diz minha mãe. Não me lembro de quantos vezes eu quis trocar de nome durante minha adolescência, mas meu pai fazia uma cara de desolado toda vez que eu tocava no assunto, mesmo de brincadeira. Talvez fosse o fato de ele se chamar João da Silva, não quis que a filha fosse confundida a vida inteira com outra pessoa, com qualquer um. Chamar João da Silva é quase não ter nome. Heryslaine porém é o ápice da identidade. O substantivo mais próprio do mundo. Não posso reclamar que alguém jamais tenha me confundido com outra pessoa. Heryslaine é uma só.

Hoje digo, quase que com orgulho:

-Meu nome é Heryslaine. Mas pode me chamar de Lan.