sexta-feira, 28 de junho de 2013

Dois poemas do meu Diário Sujo

Extra

manchete de muitos
sina de uns tantos:
medo canino de ser
abandonado pela dona.
falta de amor ao jogar
no lixo um recém-nascido.
intervenção urbana ao
jogar fogo num mendigo.
crueldade pra matar
a avó com uma inchada.
espancamento típico
num dia normal, sem parada

JOÃO GOMES.



Finito

o amor virou alienação
flor de obsessão
colhida na primavera
no jardim da desconfiança.
como um pau que rasga o cu
o amor virou um rombo
um buraco na parede
foi como furadeira no gesso
vazou como radioatividade
pulou pra fora como espinha estourada
dormiu no sofá da sala
terminou antes das bodas
ganhou na loto e foi viver no campo
desceu do banco dificultando o beijo
o amor esqueceu de crescer!
faltou dindin pro hormônio
não se consultou no endocrinologista
e foi encontrado por um tira
todo estabacado no chão:
o amor de bullying morreu
por não ter um pingo de atenção
se enterrará hoje à tarde
no cemitério da memória
cromado no quintal do coração.

By: JOÃO GOMES inspirado num final de relacionamento.
25.09.12