sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A tosse

Era só mais um dia normal numa mesa de bar. Muitas besteiras ditas, risadas exageradas, cervejas geladas e caipirinhas aguadas. Quando de repente eu bato o olho do outro lado da mesa e vejo um cara que eu não conhecia tossindo. Na primeira tosse que eu vi, não consegui entender o que aconteceu. Acompanhei atentamente a segunda, terceira, quarta, quinta tosse. Nunca tinha visto nada igual. Tive um ataque de riso e fui até o outro lado da mesa parabenizar o cara e entender aquele processo de tosse inédito.

Trajando um casaco de moleton ele levantava o braço esquerdo até a boca, com a mão direita ele alargava um pouco a manga e depois tossia dentro do casaco. Foi a maneira genial que ele encontrou para não passar gripe para quem estava ao seu redor.