terça-feira, 30 de julho de 2013

Dos 32 para frente, e dando uma olhada para trás

Hoje foi o meu primeiro dia com os meus novos 32 anos de idade, no primeiro minuto do dia 29/07 comecei a minha retrospectiva, eu estava em um taxi em Recife indo em direção ao aeroporto ao som de David Bowie e Earth Wind and Fire

Aos 15 anos de idade eu já tinha muitos planos para os meus 30 anos, acho que não cumpri a metade, mas aos 30 consigo enxergar perfeitamente o que deixei de colocar nesses planos.

Esqueci de colocar que mesmo estando todos distantes, minha família é a maior herança que eu posso ter nessa vida, e que a cada Eu Te Amo que recebo ou dou para eles me sinto mais forte, e feliz.





Esqueci de colocar que os meus amigos são sim os melhores do mundo, e isso não precisa ser comprovado diariamente.








Esqueci de colocar o quanto é prazeroso fazer algo que você realmente ama fazer, e que as vezes basta isso para curar feridas, ou até mesmo para lhe dar força para ir adiante.




Esqueci de colocar o quanto é bom ter crianças por perto, simplesmente para lhe chamar de tio





Ou para falar que você é um dos amigões dele.



Esqueci também de colocar a importância das referências em minha vida, são peças do meu quebra-cabeça que podem surgir de qualquer lugar como:

Uma música



Um disco



Um escritor



Um casal de amigos



Uma banda



Uma viagem



Um HERÓI



É deixei de colocar muita coisa nesses planos, e mesmo assim tudo o que consegui sem planejar valeu muito mais a pena.

E como é bom não se abalar com os planos não concluídos, e saber que, quem sabe menos das coisas, sabe muito mais do que eu.


Abraço
Jeff