quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Presente? Obrigado! Precisava sim.



Quando criança, eu preferia brinquedos.
Quando adolescente, eu preferia discos.
No começo da vida adulta, eu queria apenas estar com a família em paz e estar com os melhores amigos pra comemorar meu aniversário.
Isso pra mim era felicidade. Para que mais?

Mas teria mais... o futuro, que virou presente. Meu maior presente possível em mais este ano de vida: o próprio presente!

Pra muitos, pode não parecer uma grande evolução pra quem está com a "meia idade" batendo à porta, pra outros pode parecer falta de "ambição", mesmo com tantas mudanças. Mas se você recapitular o começo do texto, perceberá que valores são diferentes de preços, gosto do que nunca estará a venda. Essa foi minha evolução, é o que minha vida se tornou naturalmente, é o meu presente.

Tenho hoje o que sempre sonhei: família, paz e amigos verdadeiros. Discos e brinquedos ainda me acompanham nessa evolução, hoje os brinquedos são da minha filha e os discos, ainda tenho o prazer de tocar em casa e por aí a fora de vez em quando.

Se você faz parte do meu presente, se considere meu presente de aniversário, que me deixa feliz e não deixa de me surpreender a cada 18 de Fevereiro! 

Obrigado! Eu precisava, sim. E nunca vou precisar trocar esse presente, pois cada um sempre trás algo novo que sempre vai me servir e completar a minha coleção a cada ano que passa e que vou ficando mais velho (velho não, clássico).

Feliz Vida para todos nós!