quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Paulo Freire: patrono, não patronal


“Quando a Educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser o opressor”.

“Seria uma atitude ingênua esperar que as classes dominantes desenvolvessem uma forma de educação que permitissem as classes dominadas perceberem as injustiças sociais de forma crítica”.

“Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”.

Aprenda, Brasil!