sábado, 3 de abril de 2010

Eu, Adulto.

Quando é mesmo que a gente vira adulto? Fiquei me perguntando depois de ver minha mãe pedir desculpa para uma pessoa que eu havia agredido por telefone. “Olha, você tem que entender que ela agiu assim porque ficou com medo, ela é uma menina”.
Há. Eu? Uma menina? Mesmo? Mas eu tenho 27 anos! Eu não deveria ter me tornado um adulto aos 18? Talvez eu seja apenas um adulto sem noção. Ou minha mãe tem razão? Não sei.
Eu nunca entrei no rotativo do cartão de crédito, eu voto, ainda que às vezes nulo, e sei que passo mal se tomar dipirona, então tomo paracetamol. Esses fatores me tornam adulta?
Por outro lado, acho que minha mãe tem que pagar o plano de saúde e as despesas educacionais. Isso faz de mim o que? Um semi-adulto? E tenho uma blusa com estampa do Mickey, dos Sete Anões e uma do Super-Homem. É, isso não é nada adulto, mas acho que teve uma evolução nos últimos anos. Eu não uso mais gorros, por exemplo. Há dois anos eu usava ainda o meu gorro roxo no inverno, ou o listrado. Ano passado eu fui usar e me senti patética. Envelheci, por fim?

Lembro de quando eu estava com meu amigo Glauter no habbib`s e usava chinolochas, ou melhor, crocks. Senti frio nos pés e precisei colocar meias. Esse fato isolado já seria ridículo, mas pra piorar não eram qualquer meias, eram meias que vão quase até o joelho, listadas, e com um espaço para cada um dos dedos separadamente. Sabe qual? Meia de dedinhos? E consegue imaginar uma cena mais patética que essa? Glauter, meu amigo, me perdoe por isso. Hoje em dia eu iria há lugar nenhum com as minhas crocks. No máximo vou do quarto para a cozinha.Tá certo, vou a padaria, mas sair socialmente não.
E você ainda pode dizer que desenvolver o bom senso de não sair por ai de crocks ou gorro é só uma questão de bom senso, e não maturidade, mas não é só isso. Eu deixei de tomar Nescau pra tomar café preto, nem sei qual a programação da MTV, não vejo mais sentido em mascar chiclete, não faço loucuras por amor e trufa de marshmallow é doce demais. E então, eu sou um adulto? Sou?