segunda-feira, 18 de abril de 2011

Comemoro

Ainda chega o dia
Da queda dos banquistas
Da sorte dos artistas
Do respeito aos nortistas
Da folga da formiga
Do ócio anarquista
E vai ser dia de tanta folia, de festejar tanta alegria 
que invadido de preguiça, só vou ter força é pra arrancar tua calcinha,
neguinha