terça-feira, 8 de novembro de 2011

O que você vai ser?

Estavam três amigas brincando, tinham por volta de 6 anos de idade.
Perguntaram para a primeira o que queria ser quando crescer, e ela respondeu:
professora!
Pergutaram o mesmo para a segunda, e ela respondeu:
professora!
Perguntaram para a terceira a mesma coisa, e ela respondeu:
detetive!

Claro que a terceira era eu, e esse é um dos poucos vídeos que tenho guardado junto com minhas poucas fotos de infância.

Sumiu um prontuário, um documento, qualquer coisa, lá estou eu investigando, fazendo perguntas, criando teorias malucas, estou lá, brincando de detetive no meio do expediente com a vantagem de quase sempre encerrar meus casos com sucesso.

E sabe que se olhar bem vai ver todos lá sendo crianças, sendo igualzinhos eram quando pequenos, a mulher brincando de comidinha (que eu adoro os quitutes!) a bailarina delicada, a professora, o médico, a mamãe, a filhinha, a do vídeo game.

Está ali minha chefe, mimada, que pega a boneca dos outros sem pedir e que não deixa ninguém pegar a dela, a que deixa o quarto bagunçado, a encarregada que marca na lousa o nome de quem ficou bagunçando, a administrativa que pediu para responderem a chamada para ela, a terapeuta que parou de fazer xixi na cama, o psicólogo que puxa o cabelo das meninas, o auxiliar que não gosta de tomar banho.





Todos com 6 anos, de novo e ainda.