segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Não é só o chocolate que derrete

Descobri que sou boa em muitas coisas.Melhor do que eu imaginava, um talento nato. Aprendi a derreter chocolate amargo na panela ( eu não sabia ) e jogar castanhas-do-pará.Depois tiro com uma colher e jogo no papel alumínio,coloco na geladeira e como depois.É bom porque é saudável, o chocolate amargo tem antioxidantes e as castanhas-do-pará são cheias de nutrientes.
Infelizmente engordam, já que uma inocente castanha-do-pará equivale a uma fatia de pão.
Minha vida tem sido assim durante anos, pensar em um alimento que equivale a outro e então com essa conta faço a troca.
Fiquei tão boa nisso,de trocar uma coisa pela outra, que agora percebi o quanto sou perfeita para trocar  minha tristeza por uma falsa sensação de que tudo está bem.Meu único rastro são minhas palavras, mas também elas as vezes me ajudam.
Não sei porque decidi fazer isso, mas decidi e fiz,resolvi esconder que estou triste.Tenho motivos, argumentos, razões,situações, tudo que me levou a estar triste.Mas resolvi esconder.
Assim como o chocolate se derrete na panela,perde seu formato, eu perdi o meu.Me derreti no calor, me misturei com outras coisas e acabei triste.Não uma tristeza de horas nem momentos, mas sim uma coisa que vem me massacrando lentamente nos últimos anos.
Alguém já me disse que tristeza dá e passa.Resolvi conversar com algumas pessoas.Todas me disseram a mesma coisa,sim, todos temos algum motivo para estar triste,não interessa qual,mas está ali,escondido na alma, meio que chorando de vez em quando,meio que se derretendo para se juntar a outra coisa.
Alegria, alegria,dizem os comerciais.Minha tristeza dá risada.Não foi intencional ficar triste.
Fiz como o chocolate, eu resisti ao calor o máximo que pude.Antes eu pensava que ia passar, mas hoje as vezes penso que esqueci como seria a vida sem isso.
Um psicólogo me disse - É depressão.
Pois é, não é. É tristeza.Não é a mesma coisa .Já tive depressão e sei como é.Tristeza é diferente,tão diferente que a gente esconde e ninguém percebe,nem a gente.Tristeza dá umas puxadinhas internas, aperta o coração quando vemos um sonho virar pó.Tristeza te faz sentir saudades de momentos que não foram tão bons assim, mas a vida pulsava.
Tristeza te faz perguntar porque você não é como antes, não acredita como antes,não confia como antes.Tristeza é a passagem que se ganha ao perder a inocência.É um caminho sem volta, é a garantia de saúde mental de quem mora neste planeta.As vezes estar triste ou se sentir assim é a confirmação que ainda resta alguma coisa humana dentro de nós.O chocolate se derrete e se mistura com as castanhas-do-pará,mas ainda continua sendo chocolate,ainda dá pra sentir o gosto.Me derreti,me misturei,mas ainda tem alguma parte minha ,a tristeza.