segunda-feira, 7 de maio de 2012

Born To Be Wild

Calça de  couro, cabelos desgrenhados e corpinho sarado.  Um perfeito rockstar, com fôlego para dar e vender, além de muita história - muitas delas verídicas, outras, questionáveis - para contar.  E haja histórias, com 79 anos bem vividos.  Esse é Sérgio Augusto Bustamante, comissário de bordo carioca que, um dia, deu a louca e decidiu se render ao Rock'n'Roll.  O primeiro passo foi adotar o nome russo "Serguei". Daí para pegar a Janis Joplin foi um pulo.  

Na semana passada, lá estava ele, com o figurino citado acima, num perfeito contraste com o rosto bastante acabado para os quase 80 anos - certamente resultado de inúmeras e, possivelmente, nem tão bem sucedidas plásticas - dando pinta no Programa do Jô.  Subiu no palco, pulou, dançou, cantou - Born To Be Wild, para variar.  Tudo como há uns cinquenta anos, por baixo.  A mesma fala enrolada, os mesmos tiques, os mesmos "causos".  Continua em Saquarema, pansexual e jurando que comeu a Janis.  

Sério, quando crescer quero ser o Serguei.  Quem sabe, de repente, eu ainda não como a Madonna?