sábado, 17 de novembro de 2012

Depois da partida

Eu voltei depois de mais de dois anos de ter partido. O céu continua bem azul, a chuva ainda incomoda, o frio ainda castiga. Os cavalos ainda continuam pelas ruas, a Pérola ainda domina, a Mari ainda gargalha forte. A vida ainda é parada, o sotaque ainda carrega, o Superpão ainda reina. Está tudo tão igual, o tempo ainda arrasta minhas lembranças e eu, ainda tão pequena, continuo sem saber qual será o fim desse caminho. Dois anos depois, um mundo depois. Ainda.