sábado, 23 de março de 2013

RIP Draco

Fevereiro levou um grande amigo,
Um loirinho esperto,  alegre, carinhoso, carente e chorão.
Ele adorava colo, caixa de pizza, rasgar lençol e comer papel higiênico, pen drive e moldura de quadros. Tem sinais dos seus dentinhos pela casa toda. 
Lembro da sua boca sempre machucada por isso,
Lembro de quando o prendi no armário por um dia todo... e ele saiu no final do dia me amando como se nada tivesse acontecido..
Como ele se desesperou quando a Amelie fugiu por 5 minutos.
Lembro da carinha e do andar bêbado de sono que vinha me receber todos os dias quando eu chegava do trabalho,
Dele doido com o mouse na televisão, e de como ele adorava assistir futebol...
Alucinado com laser point e com mosquitos.
Brincando de esconde-esconde, cobrindo apenas a cabeça (ele era o pior jogador de esconde-esconde do mundo)... 
Se aconchegando no meu colo quando eu estava no computador, da minha perna gangrenar e eu não querer mexer para não incomodá-lo.
Me acordando às 6:00 no sábado e domingo.. 
Me acompanhando de cima do box durante o banho, ou brincando com a espuma pelo vidro. 
Da loucura por uma bolinha de papel, do seu brinquedo preferido (um peteca), da massagem que ele fazia pisando nas minhas costas e finalmente dormindo na minha bunda..
Eu penso em você todos os dias, Draco.
Sinto muito por você ter partido tão cedo,
Sinto tanto a sua falta,