domingo, 5 de janeiro de 2014

BARMAN

Fazer uma sangria com os poemas vermelhos para não deixar o coração sangrar.

(c.c)