quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Color Crônica.

Vestida de branco, fumava um Black. Ruborizava com o vento, tomava Fanta laranja. Por cortesia, distribuia sorrisos amarelos. Verdejava um vaso em sua mesa. Azul de fome, pediu um lanche.
Indignou-se. Queria que o vaso tivesse flores. 
Violetas, talvez. Eram suas favoritas.

O dia amanhecera cinza.