quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

VOCÊ QUE NÃO É

Endereçado aos opressores

VOCÊ QUE NÃO É mulher,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é preto,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é gay,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é nordestino,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é favela,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é pó,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é Tupi, Munduruku, Pataxó, Macuxi,
Num vem pagar de pá,
Nem vem falar...
Você que não é julgado, oprimido, forjado,
Num vem pagar de pá
Cansei de te ouvir falar