quinta-feira, 14 de maio de 2015

Tempero Especial

O casal sentado à mesa do restaurante, ambos olhando o cardápio. Ele relaxado por natureza, ela naturalmente ansiosa.

– Lelê, parece que o polvo grelhado com risoto de brócolis daqui é imperdível.

– Polvo? Não como polvo, Mário Sérgio. Me recuso a comer um bicho mais inteligente do que eu.

– Bom, Lelê.. por essa lógica, metade do pessoal lá do escritório não poderia comer carne de vaca. Acho que nem de galinha, só folha mesmo.

– Olha que tem umas samambaias bem inteligentes.

– Hmmm, escuta só, Lelê: “camarão graúdo em molho de tomate com manjericão guarnecido de arroz de olivas negras”.

– Camarão, Mário Sérgio? Você já esqueceu daquele jantar na casa da sua tia? Minha garganta fechando, a pele coçando. Você estava muito bêbado, Mário Sérgio.

- Bom, que tal uma massa então? “Fetuccine ao funghi”. Não tem frutos do mar, só creme de leite, funghi e tempero especial.

- Tempero especial? Como assim, tempero especial? O que tem de tão especial assim nesse tempero, Mário Sérgio?

– Devem ser ervas finas, relaxa.

- Ervas finas? Sei. Tipo ervas que não falam palavrão. Então deveria estar escrito aqui “Fetuccine-ao-funghi-com-molho-de-ervas-finas-que-não-falam-palavrão”. Olha aqui, Mário Sérgio! Eles descrevem todos os pratos. Gergelim torrado. Amêndoas na manteiga. Purê de maçã. Batatas coradas. 

- Mas então... - ele tenta interrompê-la, sem sucesso. 

- Arroz de castanha. Cebolas caramelizadas. Creme de espinafre. Por que não descrevem o tal do tempero especial? Que espécie de tempero é esse? Já pensei numas três coisas nojentas que podem ser especiais nesse tempero, Mário Sérgio. Se tem uma coisa que eu de-tes-to na minha comida é mistério. Mistério não funciona em nada que a gente precise engolir. Quero ver você tomar um remédio para gripe com paracetamol, vitamina c e "substância especial". Quero só ver.

– E a graça da vida, Lelê? (cantando) “Dois hambúrgueres, alface, queijo, mo-lho es-pe-ci-al!”

Lelê fecha o cardápio.

– Quero um ovo, Mário Sérgio. Um ovo.