terça-feira, 23 de novembro de 2010

Quanto tempo dura um inferno astral?

Casei. Sem padre, nem juiz. Foi uma conversa, só nós dois, sem testemunha nem assinatura. Você topa? Topo. Então vamos pegar suas coisas. Simples assim.
Duas semanas depois tirei o apêndice. Comecei a sentir dor de barriga na sexta, mas como tinha almoçado um pacote de baconzitos achei normal. A dor foi ficando cada vez mais forte, no domingo de manhã (meu aniversário) fui ao hospital, onde tive o diagnóstico de apendicite. Operei na segunda, antes dos meus pais chegarem. Tive medo de morrer sem vê-los. Passou tanta coisa na minha cabeça... eu devia ter feito uma festa de aniversário.
Eu devia ter votado antes. O Serra perdeu, me senti culpada.
Eu devia ter avisado minha mãe e meu peixe. Devia ter ido na missa. Devia ter lavado a louça antes de sair. Já devia ter defendido meu mestrado. Devia ter deixado o carro em casa. Milhões de "devias", que só serviram para me deixar ainda mais angustiada.
Pensei no meu túmulo, com a mesma data de nascimento e morte. Eu sempre procurava isso quando ia à um cemitério. Seria um castigo de algum morto que não gostou da minha brincadeira? Pedi desculpas, eu era criança e só queria me distrair. Cemitério não é um bom lugar para crianças. Devo ter sido convincente, o morto me perdoou. Pude avisar meus pais. Pude contar com as pessoas que amo. Depois de 3 dias, pude tomar um copo d´agua. Pude me livrar dos acessos que minhas veias não suportavam. Pude passar um final de semana com meu marido antes dele viajar para a Coréia. Pude voltar para minha vida.
Contratei uma faxineira. É estranho pagar para alguém limpar minha bagunça, mas quero me acostumar a esse luxo.
Levei uma multa por estar sábado às 13:30 na faixa exclusiva de ônibus. Eu não sabia que eles só liberavam às 15:00. Paciência, mas que eu fico muito puta da minha vida eu fico.
Falando em puta, elas estão liberadas a usar camisinha pelo Papa. Devo virar uma para ficar com a consciência tranquila ou continuo desobedecendo a Santa Igreja Católica?
Agora tenho uma chefe no trabalho. Sério, preciso urgente de um novo emprego senão vou pirar. Ainda mais.
Continuo indo na nutricionista. Tenho emagrecido um kilo a cada dois meses, mas eu suspeito que ela que não quer que eu desanime e mente pra mim.. Cara, como é difícil perder peso. Como eu amo comer porcaria.. Mas enfim, nesse passo, talvez no dia em que for moda ser gordinha eu chegue no meu peso ideal. Isso se o mundo não acabar antes. Enfim, pelo menos estou tentando. Também voltei a caminhar. Mentira, só andei ontem e hoje, mas já posso dizer que voltei.. mals ae quem não curte diarinho, mas foi o que deu vontade de escrever esse mês... uma idéia de como anda a vida.