terça-feira, 23 de julho de 2013

Bye Bye Baby Bye Bye

20 dias sem Você.
É tão estranho. Sinto como se ainda estivéssemos juntos...
Você continua sendo a minha senha do email. Não quero mudar, tenho medo de te esquecer.
Mentira. Eu não esqueci os que vieram antes de você, como te esqueceria? Não quero mudar para não admitir que te perdi.
Você foi meu primeiro zero.
Você era lindo demais pra mim. Completo. Perfeito. Todo meu. 
Lembra de como tremi quando te tirei da concessionária? Não podia acreditar na sorte que estava tendo. Achei que você era demais para mim. 
Que eu não te merecia. Que eu não daria conta.
Acabou dando certo. Nos entendemos. Nunca te bati, nem te bateram. Em 5 anos.
Você foi embora intacto.
Você fez a minha mudança quando saí da casa dos meus pais. Me levou pra casa quando terminei meu namoro. Me levou para o curso quando resolvi mudar de carreira. Me levou para todos os empregos malucos que eu arranjei. Me levou para o hospital quando tive apendicite. Nunca reclamou. Sempre esteve lá. Como um melhor amigo.
Queria te agradecer por ter me protegido naquela manha fria e úmida, há 20 dias atrás, e por todas as outras anteriores. Queria te pedir desculpas por ter te deixado na rua, por não ter cuidado tão bem de você como você cuidou de mim. Eu pensei que você fosse meu. Eu queria que você fosse só meu.
Sinto sua falta. Sempre sentirei.
Obrigada.