sábado, 27 de julho de 2013

Eis

Cada um lida com a vida como quer ou pode ou aguenta. Uns acreditam no psicanalista, outros acreditam na mãe de santo. Uns leem livros de autoajuda, outros leem a Bíblia ou Nietzsche.  Uns vão à missa, outros vão ao culto e outros ainda vão ao puteiro. Uns se viciam em crack, outros se viciam em fluoxetina. Uns creem em deus, outros creem na ciência. Uns idolatram o papa, outros idolatram a Lady Gaga. Uns fazem yoga, outros fazem boxe. Uns andam de carro, outros andam de bicicleta. Uns são conservadores, outros são progressistas. Uns comem carne, outros não comem animais. Uns são heterossexuais, outros são homossexuais e outros ainda são bissexuais. Uns se calam, outros falam demais. Num sábado frio como hoje, eu prefiro achar que todas essas escolhas se equivalem e tenho uma profunda preguiça de dizer qualquer coisa para o mundo.