quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Férias?


Minhas férias começaram nesta segunda-feira. Tive que vender 10 dias para poder usufruí-las com um mínimo de dignidade, já que meu salário é irrisório, mal paga as contas. Então serão apenas 20 dias. Pode ser que eu viaje, se a criatividade permitir terminar a tempo aquele roteiro bem baixa renda que comecei. Mas será uma viagem bem curta, lá pro final das férias. Não tenho mais diarista, então como fico em casa mais tempo, sujo mais coisas e tenho mais coisas para limpar. E limpar duplica meu calor. E minha casa é uma miniestufa. Nesses dias que chega a fazer 37ºC, aqui dentro a sensação é de 50ºC. Sério. Nem a geladeira ligada no máximo dá conta de deixar a água gelada. Tenho que manter o ar condicionado funcionando constantemente para me manter viva. Imaginem a conta depois... Preciso economizar na viagem para pagar a conta de luz! Para não passar as férias inteiras neste chororô, decidi ir a casa dos meus pais. Lá, além deles, claro, a casa é fresca e posso rever minhas amigas queridas. Essa é a parte boa, junto com poder acordar mais tarde e não precisar encarar, durante 20 dias, algumas situações/pessoas inglórias do trabalho. Começo a me questionar onde foi que eu errei, já que nas redes sociais o que vejo é gente ostentando suas férias como se estivessem num episódio de novela. Enquanto não resolver o mistério, tentarei tirar minhas próximas férias em um mês bem frio, tipo Julho. Só que aí eu vou reclamar por achar difícil limpar a casa no frio e por ter que ficar o tempo todo sob as cobertas para sobreviver, enquanto vejo as pessoas que estarão de férias, no mesmo período que eu, curtindo um bom vinho com esqui em Bariloche. Bem que meu pai sempre disse: "Férias só são férias se você não precisa ficar contando dinheiro". Não sei se algum dia esse será o meu caso.