segunda-feira, 9 de março de 2015

Inferno astral e Retorno de Saturno

Imagem: Nasa

Sugestão: ler ouvindo Hold on por Tom Waits

É fato: o inferno astral existe. E não é negando sua existência que você estará livre dele.
É aquele período antes do seu aniversário onde tudo tem 90% de chance de dar errado. Azar é pouco! 

Os astrólogos afirmam que o inferno astral corresponde ao período em que o Sol está transitando pelo signo anterior ao seu, quase terminando um percurso de 360 graus. Por estar no final do seu ciclo, ocorre um decréscimo natural das características solares, tais como energia, autoconfiança, estabilidade emocional e um sentido de direção. O que afeta as pessoas de diversas maneiras.

Neste meu inferno astral, fiquei doente. Como nunca havia ficado. Duas semanas de molho em casa, quatro kg a menos e sentimento de tristeza. Além das dores e fraquezas causadas pela enfermidade, bateu uma fragilidade emocional... 
Esse meu período de clausura e introspecção me permitiu uma reflexão sobre a minha vida, sobretudo dos meus relacionamentos. E, não coincidentemente, é isso que o inferno astral nos trás; reflexão e avaliação para o início de um novo ciclo!

Meu inferno astral é apenas uma demonstração de tudo que está por vir. Após meu aniversário estarei com as energias renovadas para um ano inteiro de avaliação, pois completarei 29 anos, período do primeiro retorno de Saturno. 

Saturno demora cerca de 29 anos para completar o ciclo completo em volta do sol e formar uma conjunção consigo mesmo. Para a Astrologia Saturno simboliza o limite. Assim, o retorno de Saturno pode ser compreendido como sendo o momento em que tomamos consciência de nossas limitações, daquilo que podemos ou não fazer e daquilo que devemos ou não manter conosco, sejam hábitos, objetos ou relacionamentos.

O sofrimento desse período vem do reconhecimento das nossas limitações e em ter que abrir mão daquilo que temos por costume, mas não deve permanecer conosco, o que gera frustrações. Mas, sabendo lidar com isso, tudo se resolve da melhor maneira possível (dedos cruzados rs). Com certeza será um ano foda, com muitas mudanças e desapego.  

No fim das contas, seja você um crédulo em astrologia ou não, ocorre de tempos em tempos essa necessidade de reflexão sobre a vida, o futuro, os relacionamentos.... e isso é sempre saudável, pois nos damos a oportunidade de mudar o que não está legal, e de investir no que realmente importa. Além disso, sempre tem algum aprendizado.