terça-feira, 12 de abril de 2016

O significado perdido

Em uma aula de português, na quinta-série, minha professora insistia que palavras, verbos, adjetivos e substantivos eram importantes porque definiam as coisas e assim todos poderiam entender o que foi dito.

Por alguma estranha razão acreditei naquilo e fui mais longe, pensei que o significado das palavras era o mesmo para todos.

Em alguma ocasião resolvi comprar um tecido para fazer um vestido, na minha mente estava resolvido, queria que fosse de cor violeta. Entrei na loja e pedi, logo a vendedora me disse:

-Violeta tipo lavanda, puxando para o roxo ou perto do azul marinho?

Não, apenas violeta.

Então ela me trouxe vários tecidos, um de cada tonalidade de violeta.

Não entendi na hora, mas hoje me dou conta que a nossa percepção da vida e das coisas, é individual e mesmo que usemos palavras para tentar definir, mesmo assim as pessoas entendem do jeito delas. Palavras têm um significado no dicionário, mas parece que cada ser humano faz suas leituras pessoais e passa por cima de definições acadêmicas.

E me vejo cada vez mais enrolada nessa teia de interpretações alheias, já me peguei na minha vida pessoal dizendo ''eu não quis dizer isso'', apenas porque eu disse azul e a pessoa entendeu azul-bebê, já recebi emails reclamando do que escrevi, eu tinha escrito branco e alguém leu ''branco-neve''. 
E não há nada que eu possa fazer a respeito, palavras dançam e cada um faz o que quiser, as interpreta da maneira que tiver vontade.

Percebo que não existe mais nenhuma corda amarrando o significado, tudo parece se adaptar a modernidade e sua rapidez que beira a demência.

Durante um ensaio um diretor me disse ''faça tal coisa'' e eu fiquei meia hora ali perguntando ''mas tal coisa é isso ou aquilo?''  e depois desse tempo respondendo, tentando me explicar, ele se cansou e disse ''faça o que tiver entendido, não posso te explicar mais nada porque sou responsável pelo que digo, não pelo o que você escuta''.

É, chegamos nesse ponto, não somos mais responsáveis pelo significado das palavras, cada um entende o que quiser, apesar das nossas explicações. 
A vida é assim, às vezes nem as palavras têm mais o significado que tinham.



Iara De Dupont