domingo, 11 de setembro de 2016

O amor é maior que isso.

Bom vamos lá... 
Esses dias eu assisti todo o filme Como eu era antes de você, eu digo todo porque havia lido o livro, que por sinal procurei quase em todas livrarias aqui perto de casa e acabei fazendo o download para ler, quando terminei quis jogar a mídia pela janela. 
Mesmo assim decidi ver o filme, as vezes eles mudam as coisas, as vezes não... 
Comecei, quando vi que ia acabar no mesmo final grotesco e fatídico parei. 
Massss esses dias estava de bobeira e resolvi ver de novo mas a mesma sensação que fiquei quando o livro terminou, talvez até um pouco maior para o filme foram a mesma: 
- MAS QUE PORRA É ISSO? 

AVISO: -Não continuem lendo se você não assistiu o filme e pretende assistir... 

Esse filme é uma história de amor magnífica que poderia ser mostrada como superação, vitória, conquista e motivação mas nãooo a autora resolve passar o que na minha opinião uma imagem negativa de que o amor NÃO é nada de mais além do amor... 
Não importa o quanto você ame ou se dedique, se algo muito ruim acontecer deveremos entender se você preferir se matar. 
O cara tinha uma vida maravilhosa aí acontece um acidente, ele fica tetraplégico a namorada larga ele e resolve se casar com o melhor amigo dele (genteee que melhor amigo faz isso?), como se tudo isso já não fosse ruim o suficiente depois disso ele se apaixona de novo por uma mocinha que também se apaixona por ele mas mesmo assim, a decisão dele de cometer eutanásia ou seja lá como isso se chama não muda. 
Não era pra ser uma mensagem de amor? 
Olha! Na boa pra mim esse filme é uma merda. 
Se não podemos acreditar que o amor salva, que muda sua vida para algo melhor já poderíamos sair correndo para o precipício, (kkkk) a vida não faz mais sentido. (em choque) 
Eu sinceramente fiquei chocada com esse filme, por que já têm tantas coisas ruins nessa vida ai vem mais essa com o amor... Poxa logo o amor? 
Posso não ter entendido o filme, ou a real mensagem que a autora quis passar, a única coisa que ficou foi a tristeza de que só o amor não basta pra nada. 

Mas quero deixar claro que eu acredito no amor, acredito que ele possa salvar vidas, almas e tudo que ele toca de verdade. 
Acredito que ele é iluminado e ilumina tudo. 
Sigo acreditando.