quinta-feira, 18 de maio de 2017

The Day I Tried to Live (Say Hello to Heaven)


Um verdadeiro ídolo musical inspira a vida, acaba virando um grande amigo, suas músicas se tornam como conversas que nos motivam a seguir, que nos confortam ou até nos abraçam em momentos difíceis da vida. Pelo menos é assim que sempre aconteceu comigo, principalmente com aqueles da década de 90, uma década difícil pela adolescência e tudo mais que nela aconteceu para mim.
Ontem, numa noite onde o país estava do avesso, um amigo desses de adolescência estava longe, em Detroit, onde viu o show de um dos nossos ídolos musicais, estes que viram amigos e também heróis pra gente. Conversamos, contei o que estava acontecendo no nosso país e logo depois ele me contou como foi o show que acabara de ver. Chris Cornell e o Soundgarden estavam melhor do que nunca e com uma energia incrível, ele disse.

Dia 18, meu dia de escrever neste blog, o dia que poderá ser o primeiro de uma revolução, virou um dia mais surreal ainda... o amigo que estava no palco ontem se foi! Não se sabe porque ele se foi ou decidiu partir deste mundo, mas meu amigo de adolescência se despediu de outro bem de perto, nos representando, poucos metros dele e poucas horas antes da partida.
Hoje virou apenas o dia de me despedir de um amigo ouvindo suas músicas que em muitos momentos me motivaram e me confortaram, para lhe desejar uma boa passagem. Hoje também já espero o retorno ao Brasil do meu amigo de adolescência, para ouvirmos os discos do Soundgarden e brindarmos em homenagem ao outro amigo de adolescência, um dos nossos heróis que virou Rock Star, no sentido mais bonito da expressão.

Fica bem aí em Detroit Rock City, Marcelo. Aguardamos você aqui na ZO de Sampa.

Damn, Chris! isn´t your time of dying! But say hello to Andy and keep on rocking!